O fantástico mundo da beleza

O universo de beleza não tem crise. O próximo Estetika, maior evento do setor na América Latina, próximo mês, em São Paulo, prevê aumento de 20% no volume de negócios gerados, em relação a 2018, quando registrou R$ 100 milhões. Estudo do Sebrae mostra que, entre 2010 e 2015, o número de centros estéticos no País subiu 567% no Brasil. A previsão até 2020 é de mais 14%.

Na ponta

O Brasil é o 4º que mais consome produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos no mundo, segundo a Ass. Brasileira da Indústria de Higiene, Perfumaria e Cosméticos. E o 2º maior consumidor de produtos masculinos.

Vai liderar

De acordo com a Euromonitor, as vendas de produtos de cuidados pessoais masculinos cresceram 70% no Brasil de 2012 a 2017, indo de R$ 11,66 bilhões para R$ 19,8 bilhões. Expectativa de liderar o ranking mundial.

Fonte: Jornal do Commercio (07/07/2019)